Domingo, 10 de Fevereiro de 2008

Obama é o candidato dos nossos tintos

 Nos EUA, a lista de vinhos alinha-se pelas castas: cabernet, syrah, merlot... Ou se é de uma ou de outra. Os americanos, em vinho, são pelas decisões simples.

 

Como os mestres-de-obras portugueses são Mercedes ou Audi. Com o simplismo, os ianques escondem a ignorância, dizem--se do clube syrah como se é dos Red Sox desde pequenino.

 

A monocasta tranquiliza-os num domínio que eles, lá no fundo, sabem que só conhecem pela rama. Isso é mau para os nossos vinhos, que quando são cabernet são também trincadeira ou rabo-de-ovelha ou periquita. Vinhos portugueses são mestiços e nas listas dos restaurantes estão sob o título "Intriguing wines" (vinhos esquizóides)...

 

Só a mudança na América, tornando moda as misturas, nos salva. Só ela daria a ideia de que um vinho bom, mesmo, é quando junta uma casta do Kansas (merlot) e outra do Quénia (mourisco). Obama eleito ajudava a vender os nossos tintos.

 

Campanha do ICEP: "Se já o tem na Casa Branca, porque não na sua mesa?"

 

 

Ferreira Fernandes | Diário de Notícias | 04-02-2008

publicado por Baco às 15:02
link do post | comentar | favorito

»Pesquisar neste blog

 

»Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


»Posts recentes

» Paulo Machado substitui M...

» LABORATÓRIO REGIONAL DE E...

» Descendentes da "Ferreiri...

» Regulamentados apoios à r...

» Vinho do Porto junta-se a...

» Os melhores são cada vez ...

» Vinhos fechados a cadeado

» O melhor vinho do mundo é...

» Novo Vinho do Porto - CRO...

» DOENÇAS DO LENHO DA VIDEI...

»Arquivos

» Março 2010

» Outubro 2009

» Julho 2009

» Fevereiro 2009

» Janeiro 2009

» Abril 2008

» Março 2008

» Fevereiro 2008

»Nº visitas

Web Counter
Free Counter

»Links

blogs SAPO